É making of que vocês querem?

04.04.2022
categoria BLOG

Bom dia, boa tarde e boa noite aos amantes do audiovisual!

Estão animados para mais um conteúdo da Impulso?

O tema de hoje é bem legal e curioso. E podemos ilustrar com uma frase: "Nunca sai como o planejado, mas sempre dá certo". CATATAU, Daniel. Vamos falar sobre making of!

Primeiramente, making of é uma expressão usada para mostrar o que acontece por trás das câmeras nas produções audiovisuais, ensaios fotográficos, gravações de discos, filmes, novelas e etc. São as cenas dos bastidores! Aquelas que todo mundo tem curiosidade de ver, sabe?

Quando fazer um making of?

A princípio, é interessante e atrativo fazer um making of quando há alguma curiosidade ou técnica diferente para ser mostrada no processo do trabalho. E tem mais: mostrar os bastidores com a equipe, etapas de gravação, perrengues e erros de filmagem contam como um ponto extra porque quem assistiu o resultado final, pode ficar bastante curioso a respeito de alguma cena. Ao disponibilizar esse making of, quem está assistindo pode se sentir "mais parte" daquilo tudo, tendo acesso aos bastidores.

Vale lembrar que mesmo quando não tem um making of completo, sempre tiramos uma foto ou fazemos um registro por trás das câmeras para usar quando necessário.

Por que fazer making of?

Todo mundo adora ver uma curiosidade, né? Atire a primeira pedra quem não! rsrs

Como o making of mostra a realidade do set de filmagem, ele pode ajudar muito a engajar o resultado final do trabalho. Os bastidores atraem muito a atenção do público, uma vez que esse tipo de material traz o telespectador para bem perto da produção, expondo detalhes, estimulando a curiosidade, prendendo sua atenção e humanizando o trabalho.

Além disso, é uma forma de mostrar a possíveis clientes como a equipe trabalha, de que forma é organizado o dia a dia de gravação, técnicas sendo usadas, e etc.

Vamos aos exemplos?

Aqui vamos começar mostrando pra vocês o resultado final de um trabalho muito legal que fizemos para um cliente (Mr. Tugas) em 2018:

Imagina só o que não aconteceu até chegarmos neste filme?

Passamos pela criação de jingle, roteiro, aprovação de orçamentos, produção, escolha do casting, figurino, maquiagem, locação, efeitos especiais, estudo de cada cena (como seriam gravadas, ângulos, etc), e imagina só administrar toda essa galera? hehe. Foi um trabalho conjunto entre a produtora, a agência e o cliente.

E foi aí que tivemos a ideia de mostrar passo a passo do trabalho, começando pela produção do jingle (pré-produção, gravação e pós-produção).

Pré-produção:

Gravação:

Pós- produção:

E aí, curtiu?

Bem, nós seremos bem clichês dizendo que imagens valem mais que palavras!

Vai dizer que não ficou curioso para assistir toda essa produção?

E você pode ter a sua também! :)

Chama a gente pra um cafézinho virtual! Bora?

Até a próxima!

Equipe Impulso Filmes.

Escrito por:
Impulso Filmes

Quem leu esse artigo, leu também

Os comentários estão desativados.