Roger Deakins: conheça o trabalho do célebre diretor de fotografia

07.08.2015
categoria BLOG

Consagrado pelas narrativas visuais impressas nos filmes dos Irmãos Cohen, o trabalho de Roger Deakins é uma fonte de inspiração para contar histórias de forma eficaz e criativa.

Reconhecido pela sua grande habilidade de criar e trabalhar com signos, significantes e significados em suas imagens, o diretor de fotografia britânico já recebeu 14 indicações ao Oscar.

As imagens de Deakins são repletas de metalinguagem que agregam complexidade e drama às narrativas de seus filmes.

Aos 68 anos, trabalhou em mais de 70 projetos para cinema e televisão. Em 2018, consagrou-se pelo seu último trabalho de destaque, recebendo o Oscar de Melhor Fotografia por Blade Runner 2049.

Nesse artigo, você confere alguns detalhes da carreira de Deakins e uma entrevista exclusiva do diretor para a revista Variety. Confira!

Da pintura ao Oscar de Fotografia: a carreira de Roger Deakins

Filho de uma atriz e de um operário, Deakins nasceu no condado inglês de Devon, onde dedicava parte do seu tempo à pintura.

Ao completar seus estudos, se matriculou na Escola de Arte e Design de Bath, onde estudou design gráfico.

Lá, descobriu seu talento para a fotografia e foi contratado para trabalhar em um documentário em sua cidade natal, Torquay.

Após esse projeto, a paixão de Deakins aflorou e ele transferiu-se para a Escola de Cinema e Televisão de Buckinghamshire - centro de ensino onde, até hoje, ministra suas aulas.

A partir de então, Roger Deakins começou a fotografar ficção. Ganhou visibilidade em 1990, quando fez sua primeira direção de fotografia nos Estados Unidos da América, do filme Montanhas da Lua, de Bob Rafelson.

A parceria com os Irmãos Cohen se iniciaria em 1991. Deakins participou das filmagens de Barton Fink - Delírios de Hollywood.

Entre os trabalhos memoráveis do diretor de fotografia em Hollywood, podemos citar O Jardim Secreto e Na Roda da Fortuna e a obra que fez seu nome, em 1994: Um Sonho de Liberdade, dirigido por Frank Darabont.

Em 2011, com 61 anos, Deakins ganhou o prêmio American Society of Cinematographers Lifetime Achievement Award pelo conjunto de sua obra.

Em 2018, o merecido reconhecimento pela Academia

Roger Deakins é considerado o diretor de fotografia com maior número de indicações ao Oscar - 14 até 2018.

Até 2017, Deakins havia sido indicado pelos seguintes filmes, tendo sido “esnobado” pela academia até então:

  • Um sonho de liberdade;
  • Fargo;
  • Kundun;
  • E aí, meu irmão, cadê você?;
  • O homem que não estava lá;
  • Onde os fracos não têm vez;
  • O assassinato de Jesse James pelo covarde Robert Ford;
  • O leitor;
  • Bravura indômita;
  • 007 – Operação Skyfall;
  • Sicario;
  • Invencível;
  • Os suspeitos.

A indicação de Melhor Fotografia por Blade Runner 2049, rendeu o primeiro merecido Oscar da carreira de Deakins, em 2018.

Hoje ele também trabalha como consultor fotográfico em animações. Ele assina projetos como: WALL-E, Como treinar seu dragão e Rango.

Deakins é membro de duas associações de cinematografia, a americana (A.S.C.) e a britânica (B.S.C.)

A essência do trabalho do diretor de fotografia

O premiado diretor de fotografia concedeu um bate-papo para a revista Variety, no qual fala sobre o processo de desenvolvimento visual do longa-metragem Sicario (Dir.: Dennis Villeneuve, 2015).

Na entrevista, Deakins aborda a verdadeira essência do trabalho do diretor de dotografia.

De acordo com Roger, muito além de gerar belas imagens, o trabalho deve dar a elas um propósito muito maior: contar a história de forma eficaz.

Deakins acredita que quando a imagem é meramente estética, chamando toda atenção para ela, ela não representa funcionalidade dentro da narrativa.

Confira entrevista:

 

Para conhecer mais sobre o trabalho de Roger Deakins, confira diversos trechos de filmes fotografados por ele:

Mentoria para profissionais de cinema

E pra quem se interessar mais sobre o trabalho na carreira cinematográfica, Roger Deakins mantém um canal de comunicação direto com o público através de um fórum.

É possível tirar dúvidas sobre diversos temas, com o próprio Deakins respondendo, juntamente de excelentes de profissionais.

Roger Deakins é um dos maiores nomes da direção de fotografia mundial. O cineasta acredita que a fotografia de um filme é fator determinante para contar a história.

“Eu sinto cada plano, cada movimento de câmera, cada maneira que eu enquadro alguma coisa e a escolha de cada lente. Eu vejo que todas essas decisões são fundamentais para a construção de uma história”, essa é uma das colocações mais famosas de Deakins.

Gostou de conhecer mais sobre a carreira de Roger Deakins? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!

Escrito por:
Impulso Filmes

Quem leu esse artigo, leu também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *