Vídeo Tutorial: como e por que minha empresa deve fazê-lo?

27.05.2019
categoria BLOG

Os vídeos são obrigatórios para qualquer empresa que queira se comunicar efetivamente com seu público-alvo. Como parte dessa estratégia, o vídeo tutorial é uma das modalidades mais promissoras.

Com o objetivo de ensinar um tópico, assunto ou funcionalidade, os vídeos tutoriais podem ser usados por negócios de diferentes áreas.

Por exemplo, é possível usá-los para dar aulas, ensinar a usar um produto, a explicar como funciona um serviço prestado e, até mesmo, na comunicação interna do seu negócio, como uma ferramenta para explicar aos colaboradores políticas de compliance.

Assim sendo, o vídeo tutorial ajuda a dar mais relevância e engajamento para a marca - seja com os clientes externos ou com a própria equipe.

Pensando nisso, nós da Impulso vamos explicar as vantagens de investir nesse formato e algumas dicas para desenvolver vídeos tutoriais melhores. Confira!

O que é um vídeo tutorial e por que apostar nessa estratégia?

Antes de tudo, queremos esclarecer qualquer dúvida sobre o conceito de vídeo tutorial.

Em resumo, o vídeo tutorial corresponde a um material audiovisual que busca ensinar sua audiência a fazer alguma coisa específica.

A principal função desse tipo de conteúdo é oferecer um passo a passo, ou seja, dar instruções para a realização de uma tarefa, o uso de um produto ou o cumprimento de uma norma.

Você pode aplicar o vídeo tutorial em qualquer segmento de produtos e serviços: tecnologia, culinária, maquiagem, RH, educação, gestão e muito mais!

Agora, quando se trata das vantagens de apostar em um vídeo tutorial, podemos citar cinco principais:

Vídeos tutoriais dão mais autonomia ao cliente

Saber como fazer um vídeo tutorial é a chance de trabalhar com uma das ferramentas mais efetivas para despertar o interesse e a participação do seu cliente e/ou potenciais clientes.

Se você vende um produto ou serviço e oferece em suas plataformas um vídeo tutorial explicando como usá-lo, você ajuda o seu público a aprender por conta própria.

Portanto, os vídeos tutoriais dão auxílio a quem está em busca de aprender algo sozinho. Além disso, o público interessado tem a opção de quando e como aprender.

O tutorial cria uma conexão real

O vídeo tutorial também é capaz de criar uma conexão real entre quem produz o conteúdo e quem o acessa.

A partir de uma videoaula, por exemplo, cria-se uma comunicação dinâmica e próxima. De certa forma, os vídeos podem suprir a falta de interação humana cara a cara.

Por sua vez, um vídeo tutorial feito com animação 2D, por exemplo, explica de forma mais lúdica e atrativa conceitos, usos e objetivos que talvez não são tão esclarecedores se descritos em texto.

O engajamento com a sua estratégia de marketing aumenta

Essa troca entre produtor e espectador, por meio do vídeo tutorial, deixa o tópico mais humano, gera maior taxa de compartilhamento e também amplia a taxa de engajamento do público.

Para se ter uma ideia, vídeos compartilhados em redes sociais geram 1.200% mais compartilhamentos que imagens e textos combinados (WordStream, 2018).

E 95% dos usuários na internet assistem a um vídeo para entender melhor um produto ou serviço (State of Video Marketing, 2017).

Dessa forma, se você deseja ter um público que interaja mais com a sua marca e confie nos seus produtos ou serviços (vindo comprá-los posteriormente) invista em vídeos tutoriais.

Comunicação dinâmica e mais próxima

Este modelo de conteúdo funciona muito bem como estratégia de encantamento do público.

E, em conjunto com a estratégia de marketing certa, é uma das melhores ferramentas para criar interesse pela sua marca/produto/serviço.

Isso porque, os vídeos envolvem conteúdos visuais e mais atrativos. Por meio de animação, screencast ou uma aula, é possível explicar um conteúdo com mais clareza, apontando as vantagens, deixando a comunicação mais atrativa e vendável para a audiência.

Comunicação interna da sua empresa muito mais fluida

Não são só seus clientes e potenciais clientes os beneficiados por um vídeo tutorial. Você também pode aplicá-lo para a sua equipe!

Os vídeos tutoriais podem ser usados para explicar para seus funcionários as políticas de compliance da empresa, o uso de um novo software adotado, as normas de vestimenta/segurança e mais.

3 tipos de vídeo tutorial que você pode usar no seu negócio

Um bom vídeo tutorial pode ser elaborado de diferentes formas, o que é vantajoso, pois você pode escolher a modalidade mais adequada ao perfil do seu público.

Portanto, vale a pena conhecer alguns dos principais formatos e definir qual se encaixa melhor com a informação que a sua empresa pretende abordar.

Conheças os três principais tipos de vídeos tutoriais:

1. Videoaulas

Tutoriais em formato videoaula são, talvez, os mais comuns que vemos pela internet.

Neste estilo, o instrutor fala diretamente com o público, como em uma relação professor-aluno.

Esse tipo de tutorial é melhor indicado para ensinar técnicas mais complexas, unindo o aprendizado visual com o auditivo.

Ou seja, é realmente como um professor te mostrando e, ao mesmo tempo, explicando como se faz algo.

Para cursos, empresas de gestão, instruções de compliance, entre outros, este é um modelo bastante indicado.

2. Animações

Se antes as animações eram vistas com certo receio, por remeterem à conteúdos infantis, agora a perspectiva é outra.

Com grande poder de interatividade, esse tipo de produção se tornou uma das formas mais eficientes para as marcas se comunicarem com os mais variados públicos.

Os recursos gráficos que podem ser usados em um vídeo de animação - gráficos, linhas, personagens, etc -  tornam a informação mais clara e compacta para quem a mensagem se destina!

Ou seja, com o os vídeos animados ou ilustrados é possível passar mensagens complexas de forma simplificada e dentro de uma sequência lógica, objetiva e atraente, disseminando conteúdos que em outros formatos seriam longos e cansativos.

Dessa forma,vale soltar a imaginação e utilizar fotos, desenhos, stop motion, fluxograma, infográfico, etc.

Esse é um ótimo formato para vídeos que precisam mostrar mais dados e é, ainda, mais econômico, pois evita gastos com locação de estúdio, equipamento e cenários.

3. Screencast

O screencast é um dos formatos que exigem menor investimento com a produção, uma vez que o foco está nas instruções por meio da gravação da tela de um computador.

É um dos modelos mais usados por quem cria gameplays e tutoriais de softwares. Dessa forma, o screencast permite que o conteúdo seja veiculado de diversas formas, por exemplo:

  • com uma proposta mais básica – somente o vídeo com legendas curtas indicando as ações;
  • ou com narração inserida após a gravação ou ainda, com um facilitador fazendo comentários enquanto a ação é mostrada no vídeo.

Como fazer um vídeo tutorial?

Produzir um vídeo tutorial não é apenas sair gravando algumas cenas com o seu próprio celular.

É necessário fazer um planejamento bem feito de todo o processo para que todos os detalhes de como fazer vídeo tutorial sejam utilizados.

Por isso, você deve mapear: que tipo de conteúdo será mostrado, como e onde ele será gravado e qual linguagem será utilizada.

Sendo assim, conheça o passo a passo para produzir um vídeo tutorial de qualidade:

1. Tema

Conhecer muito bem o tema que será abordado é essencial. Afinal de contas, um vídeo tutorial está focado no ensino de algo.

Depois, pense em como esse tema se relaciona com seu serviço/marca/produto.

Depois, é só pensar como ensinar o conteúdo a partir de uma abordagem que colabore com o dia a dia de quem irá assistir seu material.

2. Roteiro

Criar um roteiro é indispensável. Nele precisam estar contidas as principais ideias que devem ser apresentados no vídeo tutorial.

Para fazer um roteiro bem elaborado, divida o conteúdo em tópicos. Isso ajuda o público no momento de pesquisar um tópico no qual você mesmo tem dúvidas e a manter uma linha de raciocínio na gravação.

Lembre-se que o conteúdo precisa ensinar algo. Então, mostrá-lo com um ritmo compassado é essencial para que o público se mantenha interessado e focado.

3. Gravação

Com um roteiro é mãos, aí sim é hora de partir para a gravação. Se for uma videoaula ou um screencast com áudio, por exemplo, escolha um local calmo e silencioso.

Elenque todos os detalhes que serão necessários para apresentar seu conteúdo, sempre levando em consideração o formato que será adotado.

Uma videoaula, por exemplo, precisa de uma lousa ou TV para anotar/mostrar as ideias.

Já, se a ideia é um screencast, ter um bom computador para realizar as funções que serão apresentadas é essencial.

Dois outros fatores importantes para a entrega de um produto final realmente interessante são iluminação e áudio. Fique  atento, principalmente, a captação de áudio, afinal de contas, as informações precisam ser entendidas de forma clara pelo público.

4. Edição

A edição também é indispensável e colabora para que o conteúdo tenha ritmo.

Para que isso aconteça de forma fluida, você deve respeitar a estrutura criada com o roteiro. Isso é primordial para auxiliar o público a encontrar momentos específicos do assunto.

Além disso, saiba – desde o início do planejamento – qual o tempo de duração do vídeo. Assim, será mais fácil fazer os cortes necessários.

Para obter um vídeo com mais qualidade, contrate uma produtora

Você pode, sim, optar por fazer vídeos tutoriais no estilo DIY - do it yourself (faça você mesmo). Entretanto, lembre-se de que um vídeo tutorial, para cumprir com a missão de ensinar e ser uma boa ferramenta de marketing para a sua marca, ele deve ter qualidade.

Por isso, nem sempre gravar no celular, editar em apps ou fazer você mesmo uma animação são as melhores opções.

Isso porque, um vídeo com falhas de roteiro, gravação e edição pode até mesmo produzir um efeito contrário do que você deseja, causando má impressão nas pessoas que o assistem.

Dessa forma, se você não se sente capacitado para produzir um vídeo tutorial por conta própria, não hesite em contratar uma boa produtora de vídeo.

Com profissionais certos, eles saberão montar um roteiro envolvente, além de definir qual tipo de vídeo combina com o assunto e/ou seus objetivos.

Se você está pensando em contratar uma produtora de vídeo para elaborar seu vídeo tutorial, conheça o nosso trabalho!

Aqui na Impulso temos o orgulho de ser uma das mais renomadas produtoras do Sudeste. Trabalhamos com produção de vídeos institucionais, vídeos para a web, comerciais, animação 2D e mais.

Se você quer saber mais sobre o nosso trabalho e conhecer algum vídeo tutorial que nós tenhamos feito, conheça o nosso portfólio e solicite um orçamento!

Solicite um orçamento da produtora de vídeo Impulso
Escrito por:
Impulso Filmes

Quem leu esse artigo, leu também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *